noticia
16/10/2019 - 12:59
Tamanho da Fonte
 
 
A juíza Ana Cristina Mendes, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, negou recurso e manteve condenação a 28 anos, 10 meses e 20 dias de prisão contr

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Justiça nega recurso e mantém Humberto Bosaipo condenado a 28 anos de prisão
A juíza Ana Cristina Mendes, da Sétima Vara Criminal de Cuiabá, negou recurso e manteve condenação a 28 anos, 10 meses e 20 dias de prisão contra o ex-deputado estadual e ex-conselheiro do Tribunal de Contas de Mato Grosso, Humberto Bosaipo. A condenação foi resultado de julgamento conjunto em processos provenientes da Operação Arca de Noé.
 
Leia também 
Juiz manda juntar delação de Silval em processo sigiloso contra Ezequiel e ex-secretários


Inicialmente Bosaipo foi condenado em outubro de 2018 por decisão do juiz Marcus Faleiros, que atuou como substituto na Sétima Vara. Ciente da sentença, o ex-conselheiro recorreu por meio de embargos de declaração com efeitos suspensivos e modificativos.
 
No recurso, o réu tentou demonstrar que houve omissão, obscuridade e contradição. Ao negar o argumento, a juíza Ana Cristina afirmou que as alegações defendidas nos embargos de declaração foram devidamente analisadas pelo magistrado antecessor, durante a sentença.
 
“Assim, verifica-se que o embargante utiliza-se do recurso indevido para obter alteração da sentença, já que este juízo o condenou com base em provas concretas de sua participação no delito”, afirmou a juíza.

 
A decisão que negou recurso oi publicada no Diário de Justiça desta terça-feira (6). A Operação Arca de Noé foi deflagrada em 2002 pela Polícia Federal e desmantelou sistema financeiro à margem do oficial liderado pelo ex-bicheiro João Arcanjo Ribeiro. O então criminoso contava com o auxílio de políticos como os ex-deputados José Riva e Humberto Bosaipo. O objetivo era desviar dinheiro público por meio de empresas fantasmas e depois lavara quantias nas factorings de Arcanjo.

Fonte: https://www.olharjuridico.com.br/noticias/exibir.asp?id=40920¬icia=justica-nega-recurso-e-mantem-humberto-bosaipo-condenado-a-28-anos-de-prisao

     

 
» Últimas Notícias
12/10/2019 - O cantor Eduardo Costa se desculpou pelo cancelamento de seu show, em Primavera do Leste (231 km ao Sul), marcado para a noite de sexta-feira (11). Na - O cantor Eduardo Costa se desculpou pelo cancelamento de seu show, em Primavera do Leste (231 km ao Sul), marcado para a noite de sexta-feira (11). Nas redes sociais, o artista narrou o acontecido e disse que não cantou por problemas técnicos. “Uma burrada atrás da outra”, disse. Irritado com o atraso e depois a suspensão do espetáculo, o público apedrejou o ônibus e a carreta com equipamentos do artista.